25 fevereiro 2011

Gays e Sexo em locais Públicos

Não sei como é em outras cidades, porem em alguns locais do Brasil que conheci, até no exterior, já ouvi falar dos locais que vou mensionar hoje. Há pouco tempo atrás estava no aeroporto aqui da cidade, entrei em um banheiro e logo um senhor deu uma bela olhadas e tentou se aproximar, me comportei como se não percebesse o jeito dele, valei as mãos e sai.
Isso me fez lembrar o quanto algumas pessoas se humilham para ter um momento de prazer, o motivo não sei dizer, talvez por medo de mostrar-se a sociedade como gay, talvez porque em alguns locais como esse seja mais propicio encontrar um sexo casual, talvez nós homens sejamos muito promíscuos mesmo, talvez seja uma tara ou sonho erótico, talvez porque a sociedade seja hipócrita e permite que alguns grupos só sobrevivam em locais miseráveis, talvez todos esses motivos, e alguns mais, leve a tal situação.
Ao mesmo tempo em que tento encontrar o motivo disto, menciono alguns locais bem humilhantes. Nunca entendi porque existe quarto escuro em boite (quem entrar em uma não é pra dançar, beber e paquerar?), quem quer transar deveria ir a um motel, ainda tem muita gente que entra nesses locais, muitas vezes extremamente bêbado, e pode transmitir é uma DST.
Certa vez tentei usar o banheiro de um supermercado, se não tivesse saído mais rápido teria sido estuprado, pior ainda reclamei com uma gerente e ela disse que aquilo era comum. Outra vez molhava meu corpo em um chuveiro próximo a uma área verde e um cara chamou para entrar no mato, outra vez recebi pelo MSN uma mensagem de um rapaz identificando um ponto da cidade onde acontecem encontros e muita pegação e sexo, alguém falou que frequenta um tal “cinemão”, mas que lá é muito fedido, pegajoso e outras coisas mais, a ultima, porem não menos ridícula, um colega mencionou um local preservado em uma avenida famosa da cidade onde rola a maior caça por lá.
De boa, sei que tenho que respeitar a todos, que cada um vai onde bem quer, mas não posso deixar de questionar o quanto essas pessoas não se autovalorizam. Será que devemos nos submeter a locais tão miseráveis? Será que buscar sexo nessas locais vale tanto?
Um colega muito consciente me disse esses dias: ”nesses locais que deveriam distribuir preservativos, esse povo fica é trocando todo tipo de doenças, eu observei, não é só gente feia que entra lá no terminal de integração de ônibus”.
Cada um na sua, mas será que tais frequentadores, de tais locais, não têm uma baixa estima? Será que as autoridades não deveriam ter vergonha na cara e saber que isso é caso de saúde publica? Posso está sendo pesado, mas não penso que esses locais sejam dignos. Dignidade galera! Até mais.

19 comentários:

  1. Concordo em muitos pontos que vc questionou aki... acredito que essa tara, ou melhor, falando claramente, essa 'promiscuidade' é algo típico do sexo masculino, que se excita com facilidade, isso é genético, não cultural. Porém, as escolhas que se fazem a partir do 'desejo' que é despertado são totalmente racionais.

    Acho asqueroso fazer 'pegação' em locais públicos e tudo mais. Concordo com vc quando diz que as pessoas deveriam procurar um 'motel'. Já visitei um desses quartos escuros com alguns amigos por curiosidade, era nossa primeira vez em baladas assim e queriamos saber do que se trata... e o q eu encontrei foi um sexo grupal ao vivo, onde nao havia uma virgula de respeito e todos estavam dispostos a tudo... poderia até ter me fixado num canto e acompanhado o desenrolar... mas a promiscuidade era tamanha q as pessoas se sentiam no direito de tocar todos q estivessem no ambiente, como se ninguém tivesse a opção de não se misturar...

    Enfim, isso é apenas um exemplo de situações que eu já vi... continuo com o conceito q sexo se faz em locais reservados... e com o mínimo de higine possível (não em banheiro públicos/baladas/parques). Existem até mesmo 'casas/saunas' feitas só pra isso, pra quem procura um 'sexo fácil'.

    Só acho q o ser humano, o homem em si, deveria prezar mais pela sua própria dignidade e nao se rebaixar a tal ponto de achar q o mundo inteiro é uma "Zona a céu a aberto"

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus... meu 'comentário' é quase um post adjacente =X

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Acredito que toda critica com a intencao de construir e valida e necessaria e as pessoas ate confudem criticas e conflito de opnioes como brigas, e se formos avaliar o comportamento humano e criticar algumas atitudes precisamos relfetir os paradigmas sociais e as realidades que nos foram impostas pois a tudo o que nos e dado em termos de conhecimento nao ha um quationamento do por que acreditar, pois o ser humano e estimulado pelos elogios, e pelo reconhecimento de um trabalho sem isso, ha uma falta de estimulo ou seja nao ha forca de vontade.
    Para muitos homossexuais o sexo casual e uma forma de fugir do preconceito da normativa sociedade onde um padrao perfeito e ser branco, rico e inteligente e hetero, fugindo um poquinho desse modelo estetico passar a ser um individuo diferente dos outros, surge o estigma em efeito domino gera o preconceito. Avaliando o meio em que vivemos temos a religiao que diz que quem transa com uma pessoa do mesmo sexo vai para o inferno, de um governo laico que tem um esteriotipo de homem no poder e hetero, realmente se eatamos lutando contra o preconceito que se gerou ao longo dos anos precisamos reprensar nossas proprias atitudes, associar pessoas a lugares, momentos e situcoes e um exemplo puro de preconceito.
    As autoridades nao se preocupam com nenhum problema social, e quando ha uma preocupacao e por que tem forcas politicas que os favorecem ou admiradores que lhes valhem votos.
    O ser humano um animal que precisa de sexo, e assim como os animais que transam quando esta no sio com o ser humano ha uma certa diferenca, ele e racional, ou saja tem consciencia do que esta fazendo, e com todos os mmodes ja impostos pela sociedade e o individuo acreditando apenas no que ele acha justo e certo sem abrir a mente para novos horizontes na maioria das vezes acaba discriminando, precisamos entender por que motivo essas pessoas estao nestes lugares, e o mais importante e fundamental, o que eu preciso fazer para tira-los desse lugar, pois a cada dia me convenco que o ser humano e uma nova pessoa em um novo insttante, ou seja ele oscila a todo momento.

    ResponderExcluir
  5. amei tudo ok vc dis mesmo porq sou homosexualenos homos por sermos assin nao presizamos diso ,trasar em locais publicos so por um momento de praze!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. não acredito que essa seja uma questão gay, afinal esses lugares e mais prostituição, e todo esse lado obscuro do sexo existe em profusão no mundo hetero. bem, o que posso dizer é que algumas pessoas são dotadas de uma fúria sexual, um desejo desesperado, enquanto outras são mais tranqüilas.como faço parte dos dois grupos ao mesmo tempo, entendo perfeitamente o seu ponto de vista e concordo, mas também entendo perfeitamente o outro lado, já que uns trinta por cento de mim, faz parte dele, e tenho amigos que são pessoas ótimas e dignas, e que adoram tudo isso que você classificou de indigno, enfim, é muito complexo julgar e compreender o comportamento alheio, sem esbarrar num certo preconceito classificatório e maniqueista. viver a sexualidade numa sociedade tão confusa é bem complexo, desde o dia que decidi só transar por amor e com amor, nunca mais transei com ninguém, e isso já faz 15 anos... ou seja, abandonei esse "lado feio" de boates e saunas, e cinema de pegação, mas o "lado bonito", de amor e lugares limpinhos, nunca apareceu. meus setenta por cento "tranqüilo" seguram a onda, mas de vez em quando meus trinta por cento gritam, e ir num desses lugares "sujos"não me parece nada mal...
    abraço e Parabéns pelo Blog.

    ResponderExcluir
  7. Tambem concordo com vcs acho para ser homo nao precisamos ser vulgar,procurando sexo ,em banheiro,cinema,quarto escuro de casa noturnas,merecemos muito mas do que isso....temos que nos dar volor,porque ja somos tao mas visto e isso so torna mas as coisas dificil,nos colocar ainda mas mal vistos nao sociedade.Pois essa busca pode nos trazer problema serio como uma DST,tonar o que era tao prazerouso numa vida de tristeza e dores.nao so para que contraiu mas para sua familia tb pense nisso

    ResponderExcluir
  8. Eu concordo com vcs , mas enquanto estiverem pelas ruas pessoas que não respeitam seu próprio corpo , infelizmente pessoas com nossa mentalidade sofrerão todas essas errepudiaveis propostas ! Meu corpo meu templo ! Vamos respeitar nossa entegridade !

    ResponderExcluir
  9. Esse blog é um espaço de gente que não tem oque fazer, falar de sexo assim de forma banal e animalesca, é grotesco!!

    ResponderExcluir
  10. Respeito a opinião de todos, até mesmo do comendataria anterior, mas quem o fez não respeito dos demais, talvez porque seja alguém que super valoriza o sexo. Sexo tem seu valor, mas não somos irracionais como como cachorros que trepam em qualquer lugar sem consequência alguma. Parabenizo o dono do blog e a grande maioria dos comentários, ao penúltimo lamento por sua tão pouca percepção de ser humano.

    ResponderExcluir
  11. É muito fácil para essas pessoas que se dizem bem resolvidas na vida colocarem suas idéias e princípios em pauta.Acho que nada disso que se foi falado,é realmente saudável...mas acho tb,que cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.Se fazem(mesmo sabendo que ñ fará bem em nenhum campo de suas vidas)é por que querem e vêem uma necessidade pessoal.Por que vamos combinar gente!Falta de informação,de cuidado com a saúde...ñ é.Então...só me resta acreditar,que é algo que se deseja e que deve ser respeitado por nós que ñ queremos.
    Só os pesso,para quando cruzarem com pessoas como nós...nos respeitem tb!!!

    ResponderExcluir
  12. As taras são legais e o sexo é algo incricvel, mais se eu me exponho ao risco de doenças e agressoes ele fica meio doentil, tenho minhas particularidades por quem pratica os atos sexuais em locais publicos, nao é legal e nao peçam respeito as pessoas que praticam, pow a sociedade é hipocrita nao aceita mesmo, e olha que eu gosto muito de sexo, mais tenho em mente a responsabilidade de me proteger principalmente dessas pessoas que falam que nao fazem mais em segredo estao la. Do mais vamos pensar galera e nos prevenir, sexo so com segurança e em locais realmente seguros!

    ResponderExcluir
  13. Estudos apontam como um processo cultural, anos atrás não era comum lugares próprios gays como, um espaço masculino e usado era banheiros públicos, com a mudança e a conquista do espaços gay, isso foi deixado de lado, porem a o resquício cultural. Na maioria das vezes usado pro homens casados e ditos hetero pela sociedade. Eu não concordo e acho um absurdo esse tipo de comportamento que ao meu ver deveria ser punido com rigor, acabando de vez com um processo cultural deprimente e promiscuo.

    ResponderExcluir
  14. Também não concordo com a exposição; mas por outro lado senpre existiu pessoas enrrustidas em todos os sentidos, falam em respeito , seriedade, vergonha e no entanto não perdem a oportunidade de praticar justamente o que criticam. Muitos vomitam críticas sobre as atitudes de promiscuidade dos gays e esquecem das promicuidade que praticam no mundo "hetero" espalhando doença e desrrespeitando suas parceiras que na maioria das vezes são vítimas de toda má sorte que se possa imaginar.

    ResponderExcluir
  15. não concordo com a exposição, mas sou meio suspeito pra falar, pq adoro uma sacanagem bem louka por aí!!! e é por isso que eu "sempre" que saio de casa levo 2 ou 3 camisinhas comigo! já fiz sexo em lugars assim!

    ResponderExcluir
  16. Eu posso responder as suas perguntas. O sexo que existe no banheiro ou em outros locais proibidos é decorrente da opressão que os homossexuais vivem.
    Qual a diferença entre transar ali mesmo ou começar uma conversa?
    Porque é tão difícil começar uma conversa? Não é tão difícil assim desde que aquele homossexual se sinta livre o suficiente para não temer a opinião dos outros quanto a isso.
    Porque escrevem em locais como banheiros e telefones públicos, deixando telefone e e-mail? Por que isso é mais fácil do que começar uma amizade "as claras" para qualquer um que estiver passando ver. É dever do homossexual se posicionar diferente e agir com naturalidade ante as relações pessoas.

    ResponderExcluir
  17. Na verdade, queridos, só faltou uma coisinha ai, o arrependimento, pois conversão é mudança de atitudes e habitos e toda bagagem humana
    Sempre fui gay, mas quando conheçi a palavra de Deus, vi que pecava contra aquele que me criou a sua imagem e semelhança e contra o meu proprio corpo, acho estranho fazer sexo anal a noite e no outro dia ir pro culto e dizer que esta adorando a Deus, chupar um cacete de manhã e ir pro culto a noite, me poupem de tanta babaquiçe, raça de viboras arrependei-vos e creia no Filho de Deus, como Paulo diz em romanos 1 a seguir, como vcs não se importaram de ter o conhecimento de Deus e não o glorificaram como Deus, o proprio Deus os entregou a esse sentimento perverso para desonrarem seus corpos, aquele que peca contra seu proprio corpo esta cavando a sepultura e o inferno e ainda querem convencer os outros que é normal Arrependam-se e deixem a pratica e sirvam ao senhor em Espirito e em verdade, crucifique a carme e suas paixões, ai sim poderam dizer que são crentes de verdade,. estão se enganando!!!

    ResponderExcluir

Essa postagem é minha visão sobre o assunto e a tua qual é? deixe seu comentário