15 dezembro 2009

Amor Alem do HIV


No mês de setembro deste ano acompanhei um grande amigo ate a instituição que cuida de soros positivos aqui em minha cidade. Já o conheço algum tempo, sei que nunca foi um cara promiscuo e sempre de boa índole. Ate aqui tudo bem, você deve se perguntar que eu quero com esse papo!
Bem, na hora de retirar o sangue, eu estava porta do local, ouvi meu amigo dizer: Retire o sangue de meu braço esquerdo. A Sra. Enfermeira perguntou porque? Ele respondeu: Eu era doador de sangue e sempre me falaram, quando ira retirar, que minhas veias do braço direito são muito finas.
A Sra. então começo a preparar o braço esquerdo, quando enfiou a agulha para colher o sangue vi lagrimas caírem dos olhos daquele meu amigo, ao sair do local de coleta olhei bem nos olhos dele, estavam meio vermelhos e cheio de lagrimas. Pensei que ele estivesse sofrendo por está com o vírus, tentei consolá-lo falando que logo isso terá cura, que não está só no mundo, que pode contar com seus amigos verdadeiros... Foi quando ele me olhou bem nos olhos e disse: Tenho plena certeza, esse vírus foi um acidente em minha vida, afinal sempre me cuidei, mas dei azar, nem quero julgar se mereço isso, mas o que está me magoando muito neste momento é o fato de saber que desse braço saia algo para ajudar outras pessoas e agora não posso mais fazer isso, não posso doar mais sangue, que não poderei deixar meus órgãos para outras pessoas depois de minha morte.
]Seu choro se tornou mais forte. Eu o abracei e disse: neste momento você conseguiu alguém que ira a partir de agora doar sangue e se meus órgãos prestarem pode doar a quem precisar. Se eu estivesse no lugar daquele meu amigo não sei como me comportaria diante do vírus, mas ele me fez ver o quanto tem gente boa ai pelo mundo fazendo coisas boas a alguém sem saber a quem. Ele me fez mais gente! Já conseguiu fazer mais doze amigos nossos se mobilizarem pra doar, graças a Deus está bem e continua seu tratamento.
E agora você, por que não ser um doador? Pense nisso a vida de alguém pode ser melhor! Ainda vale a pena dizer camisinha sempre, se for sexo anal com lubrificante também!

02 dezembro 2009

Isso é Importante

Percebi nos assuntos que postados: Toda vez que falo objetivamente sobre preconceitos e relacionamentos homossexuais tem um bom retorno em termo de comentário, poucos no blog e muitos através do MSN, Assunto como que vou falar agora não chamam muito atenção, porém mostra o quanto nosso grupo deve lutar em relação à vida.
O volume de chuvas para o atual período do ano está muito baixo, no interior o há lagos onde muitos peixes estão morrendo (será que esse governo que tanto fala defender a natureza não pode fazer algo para valá-los? Sem peixe há fone nos interiores), o nível de água do rio negro é considerado baixo, esse fenômeno vem após a maior cheia que tivemos por aqui. Isso mostra o quanto o homem de fato está destruindo a natureza.
Tenho habito de dormir tarde da noite, sempre procuro perceber o clima da noite, mas nos últimos tempos está horrível, um calor com odor de fumaça horrível tomam conta de tudo.
Então pergunto: que estamos fazendo? Estamos cobrando de alguém vigilância? Que mundo você quer deixar, aos que irão nos suceder na terra? Quem sonos nós? (um bando de inconscientes, loucos?). Ta na hora de cobrar galera! Protestar, enviar e-mail pra todos os nives de poder exigindo que algo seja feito! Salvem a Vida!
Abraço e a todos e não deixe de lutar e protestar!

28 novembro 2009

Com Você só Amizade

A uns três anos atrás recebi o telefonema, era uma garota que dizia do outro lado “Você sabe quem está falando”, claro que disse que não nem conhecia aquela voz, ela então diz “Eu te conheci ontem, teu amigo nos apresentou”, eu disse continuar não lembrando, afinal fui apresentado a muitas pessoas na noite de ontem. Ela começou um historia dizendo que havia pegado o meu numero telefônico com meu amigo, que tinha me achado muito atraente, maduro... Foi quando então entendi onde ela queria chegar, mas me fiz de bobo, mas ela insistiu dizendo que achava eu ser uma pessoa perfeita pra ter um relacionamento. Quando ouvi isso quis então acabar com aquele momento angustioso pra mim e lhe disse: Se foi meu amigo mesmo que te deu meu numero também ele já deve ter te dito que eu sou homo, ela de lá retrucou “Sim sei disso mas mesmo assim quero tentar”. Aquela situação foi muito angustiante pra mim, eu dizendo não e ela querendo um sim de minha parte, quando eu já estava decidido a desligar o telefone ela então comentou “sou fulana de tal, namorado de teu amigo”. Em meus pensamentos veio uma vontade de xingá-la (que cachorrada) aquilo me angustiou me fez sentir mal.
Tudo bem aquilo foi uma brincadeira, mas há por ai muita gente se enganado ou se deixando enganar por pessoas que de fato não gostam do sexo oposto. Conheço, infelizmente muitos, homens casados que vivem ao lado de suas parceiras enganando-as, falam que não tem prazerde transar, são infelizes e levam consigo pra infelicidade sexual outro ser humano que não tem a menor culpa da sexualidade de seu parceiro, são duas vitimas de uma sociedade falsa. Há também muitos rapazinhos que começar a galgar o mesmo caminho desde homens casados, tentam esconder sua sexualidade atrás de uma mulher. Há muita mulher boba que se deixa enganar, não procuram perceber a realidade de muitos homens, há ate aquelas que querem concertar aquilo que não tem concerto (Acham que são capazes, se sentem mais mulheres que outras, de retirar um homem da homossexualidade).
O pior tipo (e isso acontece com homens e mulheres) que o homo está falando com todas as letras NÃO GOSTO DE PESSOAS DO SEXO APOSTO e a outra pessoa ta ali insistindo, forçando a barra. Isso é horrível, angustiante pra pessoa que está sendo pressionada, isso digo porque já conversei com muitos amigos que passaram por tal situação, eu mesmo já levei muitas cantadas, mas deixo bem claro quem eu sou e sou respeitado, mas há por ai quem perde o equilíbrio por causa disso.
Não se deixe enganar, não engane ninguém, nem force a barra com quem não gosta da fruta que você gosta, no fim só quem vai sofrer é você. Em muitos casos há ate homens que levam doenças pras suas esposas por ter uma vida que não está em equilíbrio consigo próprio. Seja feliz a vida é única, respeite e der a respeitar-se no que diz respeito a sua sexualidade.

14 novembro 2009

Deus e Eu, Eu e Deus

Tentando respeitar as doutrinas religiosas de qualquer quer um, tenho alguns amigos Cristãos não católicos (evangélicos, protestantes), que vivem morrendo de medo de parar no inferno por conta do que suas igrejas lhe falam a respeito de Deus.
Perdoem-me, mas creio piamente que o homem é muito limitado, cheio de preconceitos, conceitos errados sobre o absoluto, sobre Deus, meu conceito também não pode ser encarado como verdade. Em todos os tempos e em todas as épocas o homem mostrar uma ligação, tem um espaço aberto ao transcendental, a algo que ele define como deus. Com essa ligação vem varias e diversas interpretações de deus, cada povo conceba como verdade daquilo que sua cultura julga certo. Mas o que é certo? Qual dessas culturas está mostrando o Deus real? Quem está certo? Todas as manifestações do divino no meio de um povo têm seu modo de ser, maneira lógica ou ilógica, apresenta suas razões e motivos para explicar o que é certo. Como agora querer julgar o outro, de religião diferente da minha, errado? Para que impor ao outro o que eu julgo como verdade sobre Deus?
Como meus amigos “evangélicos” eu também creio em Jesus Cristo, nasci em família católica, muito difícil morrer em religião diferente desta, há muitas coisas dentro de minha igreja, talvez por falta de conhecimento sobre um ou outro assunto, discordo da postura de sua postura, mas procuro respeitá-la, quando isso acontece (discordar) procuro olhar para os ensinamentos de meu mestre Jesus Cristo, ele é a essência, o fundamental (me atenho no que os evangelistas escreveram sobre os ensinamentos de Jesus). Nos ensinamentos de Cristo vibro de alegria com o amor, a paz, o perdão, a partilha...
Procuro perceber as razões de religiões diferentes da minha, não tenho o direito de discriminá-las, de desrespeitá-las... Cada uma delas tem suas razões, desde que não matem, mutilem ou cause algum mal aos seres humanos sempre terão meu respeito.
Conheço pessoas de varias religiões: cristãos, judeus, bahais, bruxos, espíritas, de religiões africanas e outras. Todos são tão pessoa quanto eu: sofrem, se alegram, tem fome e sede, são de carne e osso como eu, amo a todos, neles vejo a criação do Ser que eu creio ter me criado também. Religião tem que servir para me ajudar a amar os frutos do Criador e não para destruir, não para massacra a vida, não para subjugá-la.
No fim de tudo será Deus e você, você e Deus.
Que o Ser que tudo criou sempre nos abençoe e proteja com amor e paz, assim seja!

07 novembro 2009

Minha cara metade

Há muita gente por ai procurando a pessoa que vai lhe completar, a pessoa perfeita, isso é mais freqüente no meio de adolescentes apaixonados acreditar que existe mesmo cara metade, mas também muitos adultos crêem nisso.
Desculpe-me, mas não existe par perfeito pra ninguém, mesmo porque não existe um ser humano perfeito. Como pode um ser imperfeito completar outro ser imperfeito?
Somos cheio de virtudes e defeitos, assim somos, o que devemos buscar é o crescimento pessoal antes de entrarmos em qualquer relacionamento. Quando essa relação chegar, levar em consideração que o outro tem uma história pessoal, tem desejos, sonhos..., e tudo isso deve ser respeitado dentro de numa relação onde haja dialogo, respeito e verdade.
O maior proximidade com a perfeição em um relacionamento é: tentar entender o outro e deixar-se entender, ser verdadeiro em seu sentimento, curtir pra valer todos os momentos de alegria do casal, não fechar-se em seu mundinho anulando os amigos de cada um, ter uma vida social, dar espaço ao outro, respirar, dialogar e não impor seus desejos e decisões, na dimensão financeira não querer humilhar o outro com sua capacidade e ganhar dinheiro, não deixar a vida cair na rotina, se preocupar como está a vida do outro perguntando como está, como foi o dia, não esquecer as delicadezas do dia-a-dia como dar bom dia, até mais, obrigado, por favor, ter coragem pra falar das dificuldades do relacionamento com educação, se você não é capaz de conviver com o passado do seu parceiro não toque neste assunto, confie no outro, ciúmes em demasia é doença, se alguma dificuldade grande acontecer com o casal não ter vergonha de procurar ajuda (se for o caso ajuda profissional), olhar para homens e mulheres bonitos na é rua comum, mas pondere suas olhadas e comentários...
Enfim, você deve ter muitas outras técnicas que podemos acrescentar a esta lista e ajudar ao amadurecimento de muitos casais. Boa sorte e seja, felizes!

04 novembro 2009

Futebol

Ainda existe hoje uma linha torta de pensamento que acredita que homossexual é somente o passivo (vulgarmente dito aquele que dá), mas tudo bem cabeça de pessoas assim ainda estão na idade media, há também quem pense há profissões e esportes específicos pra homossexuais e heterossexuais. Quem pensa assim está redondamente enganado. Homossexual é quem manem se relaciona afetivamente com pessoas do mesmo sexo, ou seja se apaixona, ama pessoas de seu sexo e sente desejo sexual também por elas.
Minha psicóloga falava que homossexuais no geral são bons líderes, não sei a que ponto isso é verdade, mas uma coisa é real, não creio que sejam só bons lideres, conheço repórter, médicos, advogados, cabeleireiros, cozinheiros, motoristas, engenheiros..., muito bons que também são homos, há também muita gente neste grupo necessitada de um baquinho de escola, quero dizer com isso que não existe uma profissão especifica pra míngüem, se é uma atividade desenvolvida pelo ser humano qualquer um pode fazê-lo (dentro de nossa condição natural claro).
Sobre um esporte especifico o futebol, que dizem ser um esporte só pra macho (ate por isso que há homossexuais também neste meio), quero dizer Jogadores e torcedores heteros que deixem de bobagem, esse esporte considerado homo-fóbico por suas causas. Nesse meio há muitos de nós, o namorado de meu amigo é um tarado por futebol, passivo convicto, apaixonado também por homens. Meu namorado é fisiculturista, eu também malho e conheço muitos nesse maio que são homos. Olhe a seu redor amigos jogadores e torcedores de futebol, qualquer um dos esportes e atividades da vida humana podem ser executadas por nós, aqueles que vocês chamam de gay.
Não precisamos ser rivais em nada, mas parceiros na construção de uma vida melhor para todos, seus filhos, meus sobrinhos, pra mim pra você e pra todos.

30 outubro 2009

Duvidas e Desconfianças

Esse é um desafio, lhe dar com duvidas é sempre complicado mesmo. Mas o que se pode fazer diante dela? Creio que jogar limpo com a pessoa que está te deixando essa interrogação na cabeça é o melhor a ser feito.
È honesto chegar com o parceiro ou a parceira e dizer: Bem, gosto muito de você e não gosto de sombras em nossa relação, assim como não quero te machucar, assim como não te quero ver sofrer, não quero sofrer também. Estamos juntos, então não faça comigo aquilo que você não gostaria que eu fizesse com você. Não me deixa com duvidas sobre teu comportamento, porque sou do tipo que reponde mantendo distancia com quem é desonesto comigo. Se não quer apanhar não bata!
Sou do tipo que deixa o parceiro livre, porem sou observador e não creio que alguém possa se esconder durante muito tempo sem deixar algum rastro, sempre deixam uma pista, se eu descobrir um dia essa pista e ela me levar a uma certeza sinto muito, que vá ser feliz lá bem longe de mim do jeito que quer.
Se acontecer comigo duas vezes de meu namorado fechar o MSN ao me aproximar, questiono, por que você faz isso? Se ele falar, não era importante ou der qualquer desculpinha esfarrapada, eu não vou criar neuroses em minha cabeça, só vou observar mais. Não me importo com fotos e filmes de sacanagem, mas pra mim isso é indicativo de que o outro não está muito satisfeito em algum aspecto de nossa relação ou idealiza muito algo.
Não acredito que todos que entram em salas de bate papo ou inda MSN estejam sempre a fim de encontrar alguém pra ter algo, mas quem não deve não teme, eu abro na boa meu MSN na frente de meu namorado.
Não tome decisões precipitadas, pergunte ao outro (a) que falta na relação de vocês, vai ver que o outro te ama só está meio insatisfeito com algo, de ouvidos ou outro, o mais importante de tudo é que em toda e qualquer relação sempre vai haver um pouco de desconfianças e duvidas, mas uma relação a dois saudável vale muito a pena, desde que sejamos francos uns com os outros e nunca devemos dar ao outro aquilo que não queremos para nós.

20 outubro 2009

Ciúmes

Creio que isso nunca acontecerá com eu e meu namorado. Há poucos dias atrás vi um amigo ir tomar satisfação com outro cara sobre seu atual namorado, me espantei, em seguida ele empurrou o cara e depois fez o pior, empurrou seu namorado sobre o outro cara, segundo meu amigo estava o rapaz estava paquerando seu namorado que saiu dali pálido com toda a situação, meu namorado e eu também tomamos o caminho de casa pra sair de perto daquele acontecimento constrangedor.
Acho mais que natural ter ciúmes, mas não é legal deixá-lo dominar nossas atitudes, nossa vida, melhor ainda é buscar orientação profissional mesmo antes de empurrões, bofetões, cotoveladas e outras agressões do gênero comecem a surgir. Isso pode levar a coisas muito mais serias.
Tenho ciúmes de Edu, ele já me provou também ter, mas isso não nos impede de conversarmos com outras pessoas, de sair sem a companhia um do outro, de percebermos que há pessoas bonitas ao nosso redor, não temos medo de ir à balada homo por medo de alguém paquerar um ou outro de nós, não ficamos exigindo que o outro não fale não olhe para ninguém e não saia de nosso lado, acompanhando-o ate o banheiro, creio que nos respeitamos.
Quando se gosta um do outro, temos a obrigação de respeitar nosso parceiro e o dever de confiar, se isso não existir melhor é está só, relacionamento exige maturidade de ambos. Se alguém te trata mal em um relacionamento pula fora, deixe quem te magoa para trás e siga enfrente. Se alguma vez o outro te machucar e você perdoar, em qualquer dimensão da vida que seja, faça uma avaliação se não é hora de deixá-lo livre pra encontra a pessoa que ele deseja. Se perdoar não entre na de ficar jogando na cara do outro o perdão que foi dado.
A VIDA É MUITO CURTA PARA SOFREMOS. SIGA EM PAZ E FIQUE COM DEUS!

13 outubro 2009

Traição

Traição, isso ta comum agora, porem existem estatísticas rolando por ai que dizem que homens traem mais que as mulheres. No geral elas precisam de sentimento pra isso e os homens de uma oportunidade. Talvez esta pesquisa esteja certa, pelo que vejo no cotidiano é que nós homens somos cruéis (tanto heteros quanto homos). Mis o mais importante de tudo isso é que tem muita gente por ai honesta, independente de sexualidade.
Em particular não tenho medo de ser traído, afinal se estava comigo e pulou a cerca foi porque eu não respondi as expectativas desta pessoa, logo não tenho o direito de privá-la de ser feliz ao meu lado (ela que vá atrás de quem lhe faz feliz).
Sou do tipo que não perco tempo fazendo escândalo e nem vou trair também pra me vingar, afinal se fizer isso só estarei provando que sou igual a ela (o traidor). Se um dia eu pensar em perdoar uma traição, também tenho que saber lhe dar com o passado e não ficar jogando na cara do outro sua mancha, seu erro no relacionamento, nem tão pouco me tornar neurótico pensando a todo o momento que ele pode está com outra pessoa, que eu estou pegando chifre a todo o momento com qualquer um por ai. Se perdoar, terei que conviver com aquilo, se não sou capaz de viver com isso tenho que pular fora.
Sei que cada um é que deve tomar suas decisões, mas eu nunca voltaria pra uma relação onde fui traído e se eu trair o outro e depois descobrir que ele me traiu também tenho que ter a dignidade de não me por como melhor que o outro, afinal serei um traído também. Quem trai não tem o direito de exigir do outro um bom comportamento, quem tem bom comportamento é porque tem caráter e sabe o que quer.
Pra que sobre ao lado de alguém que não quer viver o mesmo sonho que eu? A vida passa rápido, pra que ficar batendo em ponta de faca?Ou você gosta de sofrimento? De um pulo pra sua felicidade! Quem não quer viver o mesmo sonho que o meu que pegue a reta...
Acorda amigo!
Obs.: Um amigo da net pediu pra eu dar minha opinião sobre o assunto, está ai!

02 outubro 2009

Prenconceito - Língua de Vizinho

Poucos dias atrás conversando com um amigo também homo, ele falava que havia chamado atenção de um outro vizinho pelo fato dele está comentando sobre sua vida, chamando-o de veado e coisas do tipo. Disse que falou poucas e boas ao vizinho, que ele tinha dois sobrinhos que também eram (gays) e que não comia nem bebia a custa dele... Em fim deve ter sido um barraco. Caros amigos homossexuais, não crêem que esse tipo de discurso vá reduzir este tipo de agressão sobre nós. Há algum tempo atrás também um colega de infância fez uma brincadeira, um tanto tola comigo, ao me ver abraçado com uma amiga: ”Cara ele é bicha! Que faz ali agarrado com aquela gata?”. Esse tipo de comentário tira qualquer um do serio, mas não adiantava nada eu espernear em um caso como esse, uma pessoa conhecida há muito tempo, ir a delegacia prestar queixa não contribuiria para o crescimento dele neste sentido, e também causaria um mal estar entre nossas famílias.
Deixei tudo quieto, um tempinho depois em uma comemoração de aniversário estava lá vários vizinhos, dentre eles meu coleguinha e vários outros. Durante o bate-papo fizeram uma crítica, do mesmo tempo que haviam feito comigo, sobre outra pessoa que estava passando, aquele era o momento qeu esperava, minha deixa. Olhei para todos e disse: Amigos! Conheço esse rapaz há algum tempo, faz um trabalho voluntário com dependentes químicos, (entre os vizinhos havia uns que usavam drogas e irmão de usuários), sempre que pode, ajuda alguns idosos, creio que o exemplo dele sirva para todos nós. Existem muitos outros assuntos mais interessantes para comentarmos como: transporte público que está horrível, a segurança pública que está insuficiente na cidade, a corrupção no governo, o índice de marginalidade em nossa comunidade que tem aumentado e tantos outros.
Foi um silêncio total, então continuei: fazer comentário sobre a vida de quem não nos prejudica em nada, pelo contrario contribui, não vai melhorar nossa vida em nada, de outra forma se nos unirmos e esquecermos estes tipos de críticas insignificantes iremos contribuir para uma vida melhor para todos, até mesmo os filhos de vocês que agora tem três, quatro, cinco anos de idade, dos quais não sabemos o futuro, mas podemos ajudar para que seja melhor que o presente que temos. Bem, o cara ficou envergonhado, depois pediu desculpas. Nem o culpo por tal comentário, afinal o preconceito já está tão dentro de nós que nem observamos certos comportamentos tolos que temos no cotidiano.
Comunidade homo, pare de dizer que nossa vida não importa a ninguém, que não comemos e nem bebemos a custa de ninguém (em sociedade todos dependem de todos). Amigos heteros, nossa vida veio do encontro de dois de vocês (no geral nascemos do encontro de dois heterossexuais). Nossas vidas podem ser bem melhores, sejamos irmãos e solidários uns aos outros, sem “criticas mesquinhas”, e nossa vida sempre terá um melhor sabor.
Só pra terminar entregar a vida sexual de terceiros pra ofender alguém também é de ultima.

30 setembro 2009

Parada do Orgulho Gay

Na madrugada do dia 17/07/09 vi um episódio da seria Desaparecidos no SBT, lembrei também do Filme Brokbackmontai, que fez imaginar de quantos homossexuais morreram no passado agredidos por uma sociedade preconceituosa, dos primeiros homos a saíram as ruas pra reivindicar seus direitos, pensei também na parada do orgulho gay.
No ano passado, 2008, em minha foi meio triste. O que percebi foi uma total falta de organização. A pessoa representando os grupos homos fez um discurso minúsculo que dizia só temos que combater o preconceito e que o desfile estava oficialmente aberto e que o importante ali era festejar a diversidade. Não há quem fale pra combater o sentimento de vergonha sentido por muitos homossexuais (um discurso bom, consciente), não ha distribuição de panfletos dizendo onde um homossexual pode ir quando for humilhado ou quando sentir qualquer outro tipo de agreção sobre si, não há um questionamento aos politicos sobre nós (e não tinha nenhum deles por lá).
Que percebi foi muita gente caçando, e isso todo homo sabe o que é, desfile de fantazias, exibisões de corpos malhados, musica e dança, normal tudo isso, mas poderia ter sido melhor.
Parada 2009, vi algumas mudanças significativas, uns discursos mais coerrentes, porem ainda não apontaram um caminho onde se deve recorrer ao ser humilhado, os politicos que deixaram subir pra discursar são muito mais preocupados com seus direitos (suas atuaçoes como pessoas publicas não uma vergonha pra quem votou nelas), e o que me pareceu pior é que a organização fazia comparações da quantiodade de pessoas que havia ali com outras partes do Brasil (não importa ser uma parada grande temos é que coscientizar as pessoas, pricipalmente tentar mudar quem é homofobico ou então metar na cadeia).
Parabens a voces, houve uma evolução. Sugiro que no proximo ano junto com as tatuagens adevivas venham também pafletos falando sobre onde fica a liga glbt, sugerindo numeros de adivogados amigos de nossa calsa... Parabens por terem parado a festa na hora certa, a policia militar aqui pesso que percebam que festa como aquela precisa de um maoir policiamnto, e aos galerosos da cidade dizer melhor ficar em casa ou junto as gangaes de voces ( a também quero lhes falhar que conheço um monte de voces que são homossexuais, quando quiserem brigar façam isso entre voces, não que isso seja uma coisa boa, pelo menso não vão machucar gente de paz). Aos bons policiticos da cidade, acordem! Chegar trazadão não vale né!
Nós podemos mais que isso galera!

27 setembro 2009

Vida Homo e a Escola

Batendo um papo com um amigo professor, que trabalha com adolescentes, ele comentou sobre um de sues alunos, todos desrespeitavam aquele estudante, isso porque ele é homossexual, mas anda porque o cara é muito extravagante, gosta de chamar atenção, exibido... Lembrei de minha adolescência, já sabia de que eu gostava naquele tempo, no entanto não era efeminado ou extravagante, mas existiam colegas estudantes que já haviam abandonado a escola pelo fato de terem virado chacota de toda a escola.
A atitude de meu amigo foi bem legal, deu uma boa chamada de atenção em toda a turma e ainda nas salas que ele leciona tocou no mesmo assunto conscientizando os alunos. Ele ainda chamou o adolescente à parte e lhe disse sua vida sexual pertencia a ele, mas que não era necessário ele ser tão extravagante em seu comportamento, falou que tinha amigos homossexuais e que eram pessoas comuns como qualquer outra etc. O garoto confundiu um pouco as bolas, chegou a pensar que o professor estava querendo algo com ele, coisa que não era verdade.
Dias depois conversando com um sobrinho de treze anos perguntei como era a situação dos adolescentes homos de sua escola, ele disse que são as piadas do colégio, ou seja, a situação não mudou muito de minha época pra essa, também há alunos que saem da escola por se sentirem humilhados, pior ainda na escola de meu sobrinho ainda tem professores homofônicos que tratam mal tais pessoas.
Que eu quero falar com isso é que: 1. Você não é pior nem melhor que ninguém por ser homossexual, portanto não há necessidade que exibicionismos, extravagâncias, exageros, se comportando como se fossem divas cheias de chiliques e fricotes tolos: 2. È bom saber tratar os outro como iguais, há muito carinhas por ai que ficam zoando homos, mas na primeira oportunidades de transarem com um mesmo se dizendo heteros, “ homens” o fazem. Alem do que isso mostra que você não sabe conviver com o diferente assim sendo vai sobre um pouco mais na vida afinal durante toda ela sempre vai lidar com muita gente diferente de você: 3. Educador homo-fóbico, que tipo de educação você pensa que esta dando a seus alunos? Que tipo de pessoas você quer formar? Por acaso vocês são nazistas? Tua profissão é uma das mais lindas que existe, eduque as pessoas pra vida, pro mundo com suas atitudes, suas diferenças, mas, com respeito humano. Eu não o condeno afinal você não foi preparado pra conviver e lhe dar com o diferente durante sua vida, na família, na escola, na faculdade e nem mesmo você já refletiu sobre isso.
Na vida a de fato problemas sérios pra serem resolvidos, canalizem suas energias pra melhorar o mundo, assim nós e teremos uma vida melhor para todos, ate pra você que não gosta de homos.

29 agosto 2009

Preconceito

Passando ao lado de rua com um amigo ele falou ao ver um rapaz efeminado do outro lado: Odeio bichinhas efeminadas! Fiquei meio puto da vida, o cara que disse isso é homo também, já sentiu preconceito no couro e usa aquela expressão miserável com outro! Que coisa é essa...!?
Será que ele observa o preconceito só quando é com ele? Deveríamos banir definitivamente o preconceito do nosso meio, somos todos seres humanos. Em particular não gosto nem deste termos como bicha,veadinho ... admito ainda o termo homossexual pra diferenciar do hetero, continuamos todos seres humanos.
Da mesma forma não inteligente que usam expressões grosseiras conosco, se usa também com negros. Índios, pessoas que moram em periferias de grandes cidades, de pessoas que moram no interior,com idosos, pessoas mais pobres...
Será que é difícil perceber que isso menospreza, magoa, deprecia o outro? Ate quando haverá pessoas que se sentem melhor que as outras? Será que você não se acha melhor que alguém? Será que o preconceito ta só no outro que me trata de maneira não adequada?
Preconceito é preconceito de qualquer forma que seja, respeito é bom e todo mundo fica mais feliz com ele. Tratemos o outro com o mesmo respeito que gostaríamos que nos trotassem.
Só tem preconceito quem não tem um conceito real da algo, se não temos o conceito real é porque somos ignorantes, ai precisamos de conhecimento. Começamos o outro e o amemos. Minha mãe não gosto do jeito de efeminados, diz ela: Conheço e não gosto, mas tenho que respeitar, eu tenho o direito de não gostar, mas tenho o dever de respeitar.
Minha mãe tem um conceito (não preconceito) e um gosto, mas a cima de tudo, respeito, por isso e muito mais a amo profundamente!

01 agosto 2009

Auto-aceitação

Em uma pregação, um religioso disse: Temos que pedir forças a Deus para mudar naquilo que julgamos errado, mas há coisas que nunca conseguiremos mudar, nestas devemos pedir a Deus forcas pra suportarmos.
Julguei que ele estava falando pra mim, na semana anterior havia dito a ele que eu era homossexual. Nesta época lamentei porque não iria responder as expectativas de meus familiares e principalmente de minha mãe (que é um tanto preconceituosa), mas não me lastimava, não me achava pior nem melhor que ninguém, não ficava culpando a Deus por isso, nem a ninguém, minha única dor era magoar alguém.
Hoje quando eu vejo alguém mais jovem se lamentando por não responderem aquilo que os outros querem causa certa angustia momentânea. Não precisamos sofrer porque minha mãe ou qualquer uma pessoas deseja que eu seja algo, minha vida pros não ateus, foi Deus quem deu, pros ateus sei La o acaso, mas nem o acaso nem Deus te cobram o fato de você ser homo. Somos obra da natureza, nascemos assim, a vida tem que seguir seu rumo, não se lamente jamais
Pra que se lamentar por ser do jeito que você é? A única satisfação que você deve é a você mesmo de ser feliz, e a sociedade de ser bom caráter, justo, honesto... Não sofra ao perceber que gosta de meninos, nem de meninos e meninas ao mesmo tempo. Não existe motivo pra se lastimar, experimente se quiser experimentar, e decida-se por sua felicidade, perceba a em sua volta que cada um corre atrás da sua felicidade, se você não lutar para ser feliz ninguém fará isso por você. Se você se descobre homossexual diga a você mesmo: Sou assim e pronto! minha felicidade eu a construo me amando como sou.
Se servir a sugestão só não seja promiscuo.
Ei... Deus está do teu lado ta, não deixa que coloque outra coisa em tua cabeça, ele te ama, ele te aceita do jeito que você é, observando, claro, o amor, a justiça, o perdão... Que Deus sempre te proteja! Se isso te magoar muito não tenha vergonha, procure ajuda com alguém (um amigo) uma pessoa mais madura e não preconceituosa, ou ate mesmo ainda um profissional da área de psicologia.

26 julho 2009

Nosso Preconceito

Algo unânime no mundo homossexual é querer ser aceito pela sociedade, acredito que a sociedade ainda não nos aceita pelo fato dela ainda não saber conviver conosco devido a conceitos sobre nós irrigados por alguns seguimentos da própria sociedade há séculos imposto.
No entanto percebo no dia a dia que mesmo as pessoas nas ruas olham pra um casal homo de uma maneira meia assustada, achando engraçado, ago incomum...,mas há aceitação.
Começo acreditar que nós homossexuais é que somos preconceituosos. Não quer abraçar, não quer beijar, etc... não é por medo da sociedade ser hostil, mas é porque acham que as pessoas vão agredir, acham que vão falar mal, acham, acham e acham...
Se queremos ser tratados como gente “comum”,iguais a todos, temos que tentar ser naturais, há medida que o tempo for passando tudo vai ficando comum. Não temos que ter medo de mostrar quem somos, se os heteros podem beijar na rua, nós também, se eles fazem carinho nós podemos também.
Tenho um grupo de amigos, tem casados e gente com namoradas, e se estou com meu namorado nada muda, somos só mais um casal. Não é porque eles são inteligente e maduros, é porque também nunca fiz questão de me esconder deles pra viver minha vida homo. Tenho ate amigos homens heteros que dão conselho, opinam sobre meus namoros.
Sejamos menos preconceituosos conosco mesmo, deixemos nosso “achismo” de mão e não tenhamos medo de ser o que somos, gente comum como outra qualquer. Nossa felicidade depende de nós e não dos olhares e conceitos dos outros.
Mensagem final: so nao temos medo daquilo que conhecemos e vemos no cotidiano, você so será tratado como igual e normal quando assumir o que é

17 julho 2009

Sofrer Por Nada

A mãe de um amigo, a poucos dias atrás, me chamou a uma conversar particular, então disse: Já nós tornamos amigos, por isso quero lhe fazer uma pergunta bem particular e que fique em segredo, meu filho trás garotas aqui, dorme com algumas as vezes, mas sempre está com você que eu sei não fica com garotas. Por acaso você e meu filho tem alguma coisa? Não quero te assustar com isso, mas desconfio que ele não seja heterossexual.
Bem, eu não me espantei com aquilo, disse que não, não tinha nada com o filho dela, ate porque não tenho mesmo, mas perguntei a ela por que não tocava naquele assunto com o filho... Ela disse que acha aquilo muito particular, acha que tem coisas que mãe tem esperar que o filho toque a menos que seja urgência, mas que tinha falado sobre aquilo por se sentir segura comigo.
Em fim, o cara é gay sim, e sofre sem necessidade, morre de medo do que a mãe pensa, do que as irmãs, os parentes, os vizinho... e vive arquitetando formas de mostrar o que ele não é por receios de como será tratado quando souberem. Quem me ama realmente me aceita do jeito que sou.Podem ate não aceitar minha vida, mas respeitam.
Deixemos de sofrer por nada ou ainda perder tempo de como provar pro outro aquilo que não somos. Só irão me respeitar se me conhecerem e eu não ter medo de mostrar quem sou.

11 junho 2009

Sou Homossexual e não uma Aberração

Há ainda quem nos condene por ser homossexuais, há ainda quem se ache melhor por ser heterossexuais. Na realidade somos bem semelhantes, nem melhor nem pior que ninguém. Como dizem por ai que ser homossexual é uma opção, (a palavra opção remete a escolha e não há escolha neste sentido (hoje escolho usar verde e não preto. Isto é escolha). Meus amigos na préadolescência se excitavam ao ver fotos de mulheres nuas, eu achava aquilo uma tolice, preferia ver os homens nus, pra mim era algo natural, não era escolha, não sabia por que, mas não pensava exatamente como eles; Há quem chame isso de orientação sexual, Não conheço nenhuma mãe que orientou seu filho a ser homo, pode ate haver alguma mãe assim, mas não fui apresentado a ela. Tempo atrás sem poder dirigir orientei um amigo a chegar um sitio. Apontei o caminho, isso é orientação. Essas duas teorias opção e orientação não me convencem. Trata-se de condição humana, modo de ser, estado, situação (de coisa), caráter, índole, obrigação que se impõe e se aceita (condicional). É assim que se sinto em relação aminha sexualidade, Sou isso e pronto, sou feliz, sou filho de Deus como outro qualquer. Pesquisas mostram semelhança entre cérebro de homossexuais e do sexo oposto. Segue esses links a baixo onde a ciência prova nossas diferenças no que diz respeito aos heterossexuais: 1. http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL602802-5603,00.html 2.http://oglobo.globo.com/ciencia/mat/2008/06/17/estudo_ve_semelhanca_entre_cerebro_de_gays_do_sexo_oposto-546838632.asp 3.http://dn.sapo.pt/inicio/interior.aspx?content_id=993575 Desculpas os ateus, mas eu acredito em Deus e creio também que o próprio Deus nos quis assim. Na natureza criada por Deus, algumas espécies controlam o proliferar da outra, aqui na região norte tem um ditado popular que diz: ”Em rio que tem jacaré piranha não prolifera”, isso porque os jacarés as controlam em um processo natural. Pode ser um exemplo rude, mas reconheço minha condição sexual, minha natureza, se não tenho desejo por mulheres, logo não vim neste mundo pra crescer e multiplicar (respeito quem queira) e tenho um filho adotivo. Sejamos felizes sempre, amando e respeitando nosso semelhante colaborando sempre para a felicidade de todos. Foi pra isso que Deus nos criou.

video

26 maio 2009

È Importante Falar de HIV

Ha realidades na vida que não se pode negar, umas delas está ai contaminando a muitos, o HIV, Infelizmente em nossa região, contraria ao restante do país, o índice de infectados está só aumentando. Pior os gays, no geral, nem falam sobre o assunto.
Sei que muitos irão discordar de mim, mas quero dar algumas dicas de como se livrar da possibilidade de se infectar com tal vírus.. (Isso na pratica sexual)
A primeira é a mais dura maneira, é só viver a castidade, não praticar sexo, você terá 100% de chances de não contrair o HIV. Sei que essa dica pode parecer loucura, mas é a mais pura verdade é só refletir um pouco que ira concordar.
Segunda dica: Essa vai parecer loucura pra muitos também, mas se você tiver um parceiro fixo é claro que ele também (o parceiro) devem ser fieis um ao outro, as possibilidades serão menores (O uso do preservativo não é dispensado)
Se você não for capaz de seguir uma das duas sugestões siga essa terceira: Sexo sempre com preservativo, mas não é só o sexo anal, também o sexo oral deve ser feito com camisinha, e isso não evita só o HIV. (Não esqueça de um creme lubrificante a base de água pra não prejudicar o preservativo)
Em fim a quarta e ultima dica: Se você não der ouvidas as sugestões a cima, quero lhe dizer que você é muito corajoso, parabéns, está bem próximo a virar estatística, ou seja está brincando com fogo. Você tem grandíssimas chances de ser mais um, brevemente, a está infectado.
Não seja bobo, viva a castidade, tenha um parceiro fixo ou use sempre camisinha. Não confie em ninguém, nem se o cara que está com você diga que te ama, não há amor humano que pague tua saúde.

Camisinha sempre galera!

24 maio 2009

Futilidade

De boa essa, acredito mesmo que cada ser humano tem o direito de pensar da forma que melhor lhe convêm, desde que não prejudique ninguém e não venha causar desconforto a outros que estejam em seu redor. No entanto, “cada macaco em seu galho” ate entendo que muitos gays sejam superficiais, esnobes, arrogantes (há muitos heteros assim também), mas mesmo usando de toda a sua futilidade e despeito tem alguns gays que devem se mancar, isso mesmo criar vergonha na cara. Sugiro vá frequentar algum banco de escola, faculdade, ler um pouco mais,
Pelo menos respeitem o outro, a opinião alheia. Esse negócio de ficar jogando o outro pra baixo, tentando humilhar, olhando o outro como se fosse lixo não ta com nada, quem age assim nem mede ao menos o tamanho de sua pobreza humana. Creio que esse tipo de gente é tão qual os preconceituosos. Você já pensou sobre isso? Se não pensou pense, esse “bichismo” fútil, preconceituoso, arrogante não ta com nada.
Nenhum de nós vai passar um dia, um minuto, um segundo que seja sobre essa terra por ser tão miserável quando os que se sentem melhor que os outros. Ame a vida, promova o ser humano a ser mais, assim você está contribu7indo com uma vida mais digna a todos. Se você que problemático(do tipo nojententinho) se quer continuar assim, que seja, mas respeite pelo menos.
Desculpa pelo desabafo, mas a cada um que te escreve cada bobagem pela net, pior agem ate pior pelas ruas.

22 maio 2009

Amizade

O que falar de amizade? Da amizade que existe em meu grupo de amigos? Falar que eu sinto de meus quês como se fossem os melhores do mundo? Então não dizer que eles são irmãos que escolhi ou que vida me deu? Dizer que nos damos muitíssimo bem? Que qualquer programa com ele, por mais “fuleiros” que possam parecer, são muito legais (os melhores), melhor que um programaço0 com gente que não conhecemos? Sei lá que mesmo depoi8s de algum tempo sem se ver, quando nos vemos é uma grande festa como se o tempo não tivesse passado? Então falar que falamos um na cara do outro o que pensamos e mesmo assim conseguimos continuar a amizade? Dizer que mesmo percebendo nossa diferenças amamos uns ao outros? Dizer que falamos uns para os outros aquilo que costumamos esconder da maioria? Sei lá, talvez fosse melhor falar que não sentimos inveja uns dos outros? Dizer que somos capoaze4s de discutir e discordar uns dos outros e em seguida continua tudo como estava antes ao mesmo –passo de dizer te amo (sem frescuras)? Melhor falar que descordamos muitas vezes das idéias uns Dops outros, mas que nos entendemos e nos respeitamos?
Cara sabe lá, é tanta coisa pra falar desses caras, são tantas diferenças, são tantas semelhanças, melhor saber que somo diferentes, que o único gay no meio deles sou eu, que há respeito, que ha partinha de vida, que a cumplicidade. Que há reclamação sobre a vida, sobre o comportamento..., que estamos compartilhando a vida a mais de 10 anos e ta tudo de boa pra caramba.
Isso é pouco do que eu poderia falar de alguns amigos, eles respondem todas essas perguntas a cima. Quero dizer que eles são uma antecipação do reino de Deus aqui na terra, que sem eles a vida seria mais cinza.
Manos os amos, mas que um tesão passageiro de um homem por uma mulher, de um homem por um home ou de uma mulher por uma mulher, vocês junto com minha mãe, alguma paixão que senti na vida.
Aqui não poso citar nomes mas posso falar que são ATH, os mãos meus manos!
Essa é minha declaração de am0or a vocês!

10 maio 2009

Do fundo do coração

Sempre fui o tipo de cara que se entrega de corpo e alma a uma relação, acreditei que cada uma delas daria certo, aprendi muito em cada uma, mas o melhor foi aprender a perceber se alguém de fato ta interessado ou não na relação, vou colocar em ordem algumas dessa lições que aprendi. Imagina só, todos os caras falavam que estavam muito interessados em namorar de verdade. (estou falando de namoros em uma mesma cidade e já com algum tempo de união).
1, Quando alguém realmente gosta de você não tem distancia atrapalhando, atravessamos a cidade se for necessário para encontrar quem se gosta.
2. Se na real as oportunidades de vocês se verem forem poucas, a cada oportunidade que surgir para os dois serão aproveitadas.
3. Ele vai te ouvir e vai falar, pois é sempre importante conhecer melhor de quem gostamos
4. Você se torna presente, pelo menos em um telefonema pra dizer, estou com saudade através de um telefonema. (NO MSN não fica uma eternidade pra responder o outro)
5 Qualquer programa é bem vindo, mesmo que seja pra dar uma volta na esquina. Ate com meus amigos comer churrasquinho na esquina é um programa legal, gostamos de está juntos.
6. Se é delicado, não se usa palavras agressivo no vocabulário com a outra pessoa (não se fica humilhando com palavras)
7. Respeita-se a opinião do outro.
8. Da liberdade de escolha.
9. Há dialogo nas decisões.
10. Carinho sempre são bem vindos e bem recebidos.
Bem tenho certeza que qualquer pessoa pode acrescentar vários pontos a essa lista, esses ai são só os que eu julgo mais básicos. Sou idiota, eu confesso, sempre sonhei com um relacionamento de verdadeira amizade, carinho, carinho, respeito, compreensão,,, Está somente com alguém a quem se gosta de verdade. Mas vou continuar sonhando, quem sabe um dia estarei sentado vendo o por do sol, ou as estrelas trocando leves toques de carinhos, beijinhos nos lábios, cheinho no pescoço e mais outros carinhos com esse alguém...

29 abril 2009

Relacionamentos no Mundo Homo Masculino

Começo de 2008 meu amigo convidou para eu ir passar uma temporada com ele em outro país, diz ele que lá os homens como nós (homossexuais) são mais sérios que aqui no Brasil, esse meu amigo é casado com um alemão.
Bem, acho que seria muito difícil eu deixa minha nação, independente das motivações, no entanto não é difícil perceber que aqui em minha cidade as relações estáveis entre dois homens são muito raras. Os caras mandam ver na mentira e juram que estão sendo leais, verdadeiros, sinceros... (procurando muita ate se encontra casais estáveis aqui)
Um amigo de blog ate classificou três tipos de infiéis e os usarei neste texto. Penso que essa reflexão seja boa para nos avaliarmos, vermos que tipo e pessoa somos.
Vamos lá aos tipos de gays em relacionamentos:
1. Tipo heterossexual: Coçam o ovo, cospe tipo macho, joga bola, pegam mulher, mas gosta mesmo é de homem, vive se escondendo, quem se relaciona com eles está fadado a migalhas.
2. Tipo sínico: Jura ser fiel, mas na realidade quando seu parceiro vira as costas ele corre e pega alguém de sua lista telefônica, lista do MSN, Orkut, da agenda...
3. Os puros: Juram que nunca traíram e condenam sempre que pratica tal ato, mas na realidade em uma putinha as escondidas.
4. Os que querem ser “puta”: vivem sem namorado fixo jurando que um dia serão fieis quando encontrarem o cara certo. Ainda dizem “ Enquanto não aparece o cara certo e divirto com os errados”.
5. Os tipo decepcionados: vivem nas orgias e juram que são assim porque nenhum homem presta
6. Tipo traumatizado: Entram em Igrejas evangélicas ou ainda arrumar mulheres se enganando que mudaram de vida.
7. Tipo conformado; Seus parceiros saem pra um lado, eles pro outro em busca de caça.
8. Sego: sabe de tudo que rola, mas não ta nem ai.
9. Tipo “burro:” vivem ao lado do cara certo, mas nunca estão satisfeito.
10. Confiantes: Vivem ao lado de traíras e acreditam ser o cara da vida deles.
11. Engana-me que eu gosto: (Dizem esses) Ele me trai, mas sempre volta pra mim.
Em suma, são muitos os tipos que se pode assumir (claro que isso existe no meio dos heteros, mas em nosso meio há mais), tantos que acredito você deve ter pensado neste momento em muitos outro tipos
Porém o melhor deles não valorizamos.
12. O tipo humano: Sabe que fidelidade é difícil de ser vivida, mas procurar ser, sabe que muitas outras pessoas eram surgir em sua frente, mas irá procurar resistir, as brigas normais entre casais aparecerão, mas ele ira procurar contornar e superar. Esse saberá que em uma relação é normal as épocas de pouco tesão, mas de forma criativa irá buscar uma forma de o ter novamente. Dará carinho, dará amizade, dará colo, compreensão, amizade, companheirismo, cumplicidade...
Então, não passe sua vida inteira pulando de relacionamento em relacionamento, procure amadurecer, assim você encontrará alguém que junto com você construirá uma vida gay feliz, com seus problemas, claro, em qualquer vida a dois eles surgirão, mas pelo menos se terá um suporte real para a o restante da vida, ou você que passara vida pulando de galho em galho?
Bem, cada um que pense com sua cabeça, acredita que vale a pensa penar um pouco sobre isso.

27 abril 2009

O Fenômeno Susan Boyle

Do que li e vi na TV, na internet, jornais pude compreender o que chamamos ” homem civilizado", o quanto nossa sociedade massacra e humilha um ser que só quer ser feliz (o outro, a pessoa, o ser humano, o semelhante).
São feitas a ela, Susan Boyle, perguntas constrangedoras, brincadeiras irônicas, criticas, preconceitos, em suma aquela mulher ao se apresentar em um pais europeu (Civilizado), é execrada por repórteres, comissão julgadora e a platéia. Ninguém acredita nela, riem, caçoam, desdenham...
Aqui no Brasil tem uns programinhas de quinta que também fazem o mesmo, Será realmente necessário esse tipo de humilhação de um ser humano pra nossa diversão?
O bom da história de Susan Boyle é que ao abrir a boca pra cantar mostrou quão mesquinhas eram as pessoas que estavam ali zombando dela, ao mesmo tempo fez muita gente julgar seu comportamento frente ao outro , Se aprendemos algo com isso nosso sociedade de fato dará um salto para um ser humano melhor. Confira e julgue clicando no link a seguir: http://www.youtube.com/watch?v=xRbYtxHayXo&feature=related

O lado negativo que encontrei no Orkut

Alguns tipos que já me deparei no Orkut. Em alguns momentos que isso irrita, outros faz rir, em alguns questionar a inteligência de quem está do outro lado do teclado.
Imagine, você recebe uma ligação de um amigo e ele diz: um cara do Orkut mandou uma mensagem para mim com o teu número telefônico nos como comentário das fotos deles também está o mesmo número. Você entra em contato com o dono do perfil ele fala que o número é dele, você copia tudo ameaça e o bandido tira o teu número do Orkut dele; Tem outro tipo de cara de pau, cria um Orkut fike, sem nada em seu perfil e te adicionam: Os que simplesmente adicionam e nem dizem nada: Os que te mandam adicioná-lo: Os que têm fotos pornográficas (juram que é sexe) e te adicionam sem te advertir de nada, será que esses ai pensam que todos são como ele? (pior ainda tem cada bucho); O pior tipo, que pra espalhar vírus manda links infectados: talvez um pouquinho pior é o tipo que rouba tuas fotos e criam outros perfis, ou colocam para votação de qualquer porcaria e não te pede nada de autorização; Os que parecem ter uma relação intima com você; Os que ficam te mandando um monte de mensagens pré fabricadas sem o mínimo de toque pessoal; Os que ficam questionando porque disso ou daquilo em relação a teu perfil ou fotos (com relação as minhas fotos não mostro os rosto porque não quero, minha mãe meus amigos , ate os hetéros, sabem que sou gay, não é por medo, é porque não quero mesmo) e sempre tem um inteligente perguntado o motivo de não mostrar; O tipinho que te manda mensagens bem quentes, mas que mostram querer só sexo: Os despeitados que querem humilhar e não tem nada de conteúdo em si...
Em suma, tem uma faça nos perfis do Orkut que espantam. Ainda bem que tem muita gente boa, amiga, que conversa de verdade, o mundo virtual não é diferente do mundo real, sempre que dá eu fujo de gente que considero não agradáveis, não preciso aturá-los, mas se você tiver estomago tente modificá-los. Tenho consciência que não sou modelo de internalta, mas tento ao menos ser ético.
Outro dia falo dos que encontro pelo MSN.

30 março 2009

Mãe, Sou Gay!

Há um tempo atrás conversava com uma amigo (do tipo orkut e msn), ele me falava que queria falar aos pais sobre sua sexualidade, se sentia um pouco culpado por ser gay...Então ele me sugeriu que fizesse um texto sobre o assunto, ai vai ele:

Como dizer aos pais que sou gay

Em primeiro lugar acho que cabem alguns questionamentos sobre o assunto:
1.Acredito que sexualidade é algo que vem da natureza de cada um, portanto não é algo que deveria ser questionado por ninguém (ate mesmo pelos pais, irmãos, parentes, amigos, vizinhos)
2. Outro ponto, já que o respeito não existe, pergunte-se será que a ´pessoa pra quem você vai falar sobre isso é capaz de absorver o que irá ouvir? Ela irá lhe respeitar? No caso dos pais se forem homofobicos, você tem condições de sobreviver no caso de lhe expulsarem de casa?
3. Será que você deve satisfação deste aspecto de tua vida pra alguém? Quem te ama te respeita independente de qualquer coisa.

Já que considerou os pontos a cima e ainda acha que é necessário falar sobre o assunto, sugiro que:

1. Escolha um local calmo, onde alguém venha a atrapalha-los
2. Converse com a pessoa sobre outros assuntos primeiro, pericialmente sobre coisas positivas, alegres, momentos felizes que vocês tiveram ate hoje.
3. Se você está falando pra alguém sobre isso é porque esta pessoa é importante pra você, então fale sobre essa importância que ela tem em sua vida. Caso seja a sua mãe não tenha vergonha de dizer que a ama.
4. Fale um pouco sobre as diferenças entre cada pessoa.
5. Ao invés de dizer diretamente que é gay, diga que você não é igual a algum hetero que conhece ou ao teu irmão.
Exemplo: Mãe, infelizmente ou felizmente, não somos todos iguais e nem escolhemos algumas coisas em nossa vida, quero te dizer que jamais quer te fazer sofre ou mesmo ser infeliz. Se pudesse seria diferente se isso te magoar, a possibilidade de te fazer sofre doe em meu coração, mas não sou heterossexual, não tenho atração por meninas...

Pra se falar uma verdade não é preciso ser grosseiro ou vulgar, devemos medir como falamos o que falamos a alguém (exemplo: Faleceu é mas leve que morreu, deficiente que aleijado,...
Nunca fale em momentos de discussão ou brigas da familiar, não seja infantil, prepotente ou arrogante nesta hora ou em nenhuma outra.
Boa sorte, comigo funcionou ter uma conversa serena!

Meu valor


Um dos piores males que se pode ter de si mesmo é falta de amor próprio, não valorizar-se é algo terrível. Enquanto alguém não olha pra si mesmo percebendo o que ha. de bom e de não tão bom assim está fadado a infelicidade, a valorizar só o que o outro tem de bom.
Quando falo sobre esse assunto não reporto somente quando olhamos alguém valorizando seu cabelo, seu carro, se dinheiro, sua tv... A bem pouco tempo atrás brasileiros foram chamados de cachorros em Espanha, Estados Unidos restringiu muito a entrada de outros povos em seu território, os paises do mercado comum europeu estudava formulas de controlar a entrada de latinos e africanos em seus terras. Isso deixa bem claro que ele não nos querem por lá, nos julgam sub-povo, de sub-cultura. Bem sei que há muita gente boa por lá, meu ex-professor de antropologia, por exemplo, mas não só ele, existe muito bons homens no velho e mundo como também na América rica. Mas querer tratá-los como melhor que nós, de melhor cultura, julgo no mínimo algo idiota.
O “legal” que há no Brasil muitos que se julgam intelectuais, criadores de opinião... porem são eles mesmo que viajam para tais locais quando entram de férias. Já ouvi de repórteres analises completamente deslocada da realidade sobre o local onde moro (Manaus) e também de outros locais que conheço.
A um tempinho atrás vi um texto na internet atribuído a um jornalista de renome no Brasil, se é de fato dele eu não sei, mas o importante é que esse texto exaltava o comportamento do europeu, volto a dizer que nem todos eles são iguais, no entanto nos expulsar de lá mostrar algo de concreto.
Por que esse texto exaltava o europeu e nos deprecava? Não sei! Mas sei que em nossa cultura indígena não existe fome de falias, menores abandonados nas tribos, prostituição, roubos, luta por poder, exploração do outro... Tudo isso ai é herança do europeu, não foi algo criado pelos indígenas. Não quero dizer com isso que não vejo qualidades nos nativos do velho mundo, mas me desvalorizar e super valorizam-los é cruel!
Lembro que eles se sentem melhores que nós, mas há muitos que vem de lá, fazer sexo com nossas mulheres menores de idade.
Um ponto melhor a pensar: A poucos dias atrás com a falência de instituições norte-americanas eles abriram a possibilidade de emissão de visto de entrada nos Estados Unidos, talvez de maneira irracional muitos correram pra retirar tais visto, ate cantora tava na fila, isso porque eles (americanos) precisam do dinheiro que esses cegos vão deixar por lá. Será que esse povo ainda não percebeu que dentro do Brasil a locais incríveis a serem visitados e com isso ajudarias o nosso povo a se desenvolver. Não nacionalista em exagero, mas pra ir onde não me querem, ou ainda só admitirem minha presença por precisarem de mim?
Eu me amo, me valorizo, valorizo meu pais.